7 de setembro de 2010

Escrevo, pra que?

Se eu não gosto de português como posso gostar de escrever? Deve ser pelo fato de eu escrever de uma forma tão infantil, de só ir juntando as palavras, transmitindo meus pensamentos não ligando em momento algum se eu errei na concordância ou errei em uma regência. É, eu não sou uma boa aluna em redação, e nem em português e como pode alguém comentar nos meus textos que eles são legais? É, não acredito que eu escreva bem, porque eu sei que não escrevo, e não me importo. Eu só gosto de escrever.
Ultimamente tenho tido muita vergonha de postar no blog, muita mesmo! Pessoas que eu jamais pensei que passariam por aqui, chegam e falam: Adorei o seu blog. Fico vermelha de vergonha, pois afinal todos sabem para quem eu escrevo, todos sabem o que se passa dentro de mim, infelismente é desse jeito, infelismente está escrito na minha testa, e no meu blog, o que eu sinto, mas nem por isso eu vou deixar de postar sobre ele, sobre os meus sentimentos, sobre os meus medos, ou até mesmo sobre alguma coisa (...)
Pois afinal de contas, meu blog conta a minha história, mostra como eu era inúltil a um ano atrás quando eu comecei a escrevê-lo, que por mais que digam que meus textos são legais, acho que nenhum deles chegam aos pés do meu primeiro texto, que vai ficar eterno na minha mente, e que afinal, aconteceu tudo o que eu menos queria.
Hoje, faz um ano que eu estou solteira, e parece que foi ontem que eu passei dias e dias chorando por uma pessoa que já nem lembra da minha existência, mas as coisas são assim, as pessoas mudam, os pensamentos mudam, as promessas mudam... E também eu pensava que hoje eu estaria chorando só de lembrar como tudo acabou, e pelo contrário, passei o dia todo rindo, um pouco apreensiva por questões pessoais mas nada demais.
Enfim, fico por aqui, só dizendo que eu escrevo com palavras de crianças, pois assim fica mais fácil de eu entender.

Ps: Queria escrever muito mais, eu sei que sai do tema, mas estava com uma vontade imensa de escrever, e eu sei que ficou muito grande, não precisa ler não! :D

7 comentários:

  1. Vc avisa que não precisa ler o final. depois que eu já li tudo! aushushuas Brinks'
    Ah eu gosto da tua forma de ler. Não são as regras de portugues que tornam um texto especial, é o sentimento transmitido atraves das palavras. E neste sentido, tenha certeza, teus posts são lindos *-*
    =*

    ResponderExcluir
  2. Noooossa, jéssica, lembro como se fosse hoje no ano passado, as suas melhores amigas que eram a gabi e tathi tinham faltado esse dia, e você só tinha a mim. Sim eu sempre a segunda opção dela *-* Você estava indecisa em namorar ele ou pegar o Beto kkkkkkk adivinha o que aconteceu? As duas coisas, claro.
    E depois de um tempo você começou a namorar, e quando terminou seu mundo desmoronou . .
    Mas lembro que você levantou a cabeça e seguiu em frente como sempre fez.

    ResponderExcluir
  3. Desculpa *-*

    Eu fiz outro blog porque aquele outro tava dando muito problema !

    http://lemdamaris.blogspot.com

    espero que vs de uma passsada lá!
    fooi mals pelo spam !

    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. tanto faz o gostar ou não da língua o que nos seduz a escrita é a possibilidade do encntro com o outro

    ResponderExcluir
  5. como vs nao gosta de portugues mas ama escrever desse jeito ? e escreve tao bem assim ?
    parabens e sucesso
    beijão flor

    ResponderExcluir
  6. me ensina a escrever como você ? *.*

    ResponderExcluir
  7. pois então eu digo que só amo o seu jeito criança de escrever.! *--*
    espero e desejo que você continue a escrever sempre, mesmo que se sinta envergonhada ;)'

    de fato tudo vive trocando de lugar, mas algumas coisas sempre irão permanecer intactas.

    --
    acho que nem tenho palavras para comentar sobre seu comentário .-.
    muito, mas muito obrigada pelo carinho e quem é que disse que eu não te considero uma amiga?! (hein)' fico bem feliz por fazer parte da sua vida, tenha certeza de que continuarei por aqui e em breve - muito em breve - voltarei com minhas postagens ;)'
    beijas beijas, minha borboleta.! :*

    ResponderExcluir